Cerimónia de apresentação do IV Plano Nacional para a Igualdade – Género, Cidadania e Não-Discriminação

15 12 2010

O Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, tem a honra de convidar V.Exa. para a cerimónia de apresentação do IV Plano Nacional para a Igualdade – Género, Cidadania e Não-Discriminação, no dia 16 de Dezembro, pelas 16h00, no Palácio Foz, em Lisboa.

Confirmação para o seguinte e-mail: fatima.barbosa@cig.gov.pt

Anúncios




Marcha Contra a Homofobia e Transfobia

14 05 2010

::Marcha Contra a Homofobia e Transfobia

Coimbra | 17 de Maio | 16h30

Largo da Portagem – Praça 8 de Maio::

Celebra-se a 17 de Maio o Dia Internacional Contra a Homofobia e a Transfobia porque, ao teu lado, há quem viva a discriminação todos os dias, mesmo que num silêncio imposto pelo medo, pela solidão ou pela vergonha. Por isso, importa sair à rua, olhar nos olhos, ocupar o espaço. Para muitas pessoas, tu podes fazer a diferença. É a ti, também, que compete dar uma resposta, derrubar muros, combater a ignorância, promover a igualdade e o respeito. Não faças de conta que não sabes. Não faças de conta que nada disto de afecta. Não compactues, não silencies, não encolhas os ombros. Este dia é teu, sai do armário, e vem marcar a tua presença junto de nós!

16h30

Concentração – Largo da Portagem

17h00

Marcha – Largo da Portagem – Praça 8 de Maio

18h00

Leitura do Manifesto/ Performances

(Praça 8 de Maio)

19h00

Beijaço contra a Homofobia

(Praça 8 de Maio)

20h00

Jantar Convívio – Cantinas Amarelas

23h00

Festa – Bar Bigorna – Sé Velha

Todas as informações em:

http://marcha2010.naoteprives.org/

Nota: Se pretendes ir à marcha ou se, mesmo não estando presente, concordas com a sua realização, envia para o e-mail marcha2010@naoteprives.org o teu testemunho (podem ser duas linhas apenas) e uma fotografia (facultativo) para o colocarmos na nossa página da internet.





MAIS UM ANO DE VIDA!

29 03 2010

Como habitualmente, o último fim-de-semana do mês de Março serve de palco à comemoração do aniversário do núcleo de Braga da UMAR.

Contamos já com 2 anos de vida e agradecemos a todos quantos nos tem apoiado e connosco participado nos feminismos da nossa cidade.

Continuaremos a trabalhar e debater-nos pela nossa causa.

Obrigada a tod@s.





FeministizARTE – Festival de Arte Feminista

22 11 2009

                                                                                                     

O Núcleo de Braga da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta – vai trazer a arte feminista à cidade. De 27 a 29 de Novembro de 2009, Braga será ponto de encontro para diversas expressões artísticas, num projecto pioneiro a nível nacional.

Neste sentido, o núcleo dispôs-se a reunir, no Museu Regional de Arqueologia Dom Diogo de Sousa, no Museu Nogueira da Silva e na Torre de Menagem” e no Auditório Adelina Caravana do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, produtos artísticos de jovens criadores nacionais e internacionais das mais diversas áreas, relacionados com as temáticas feministas.

Trata-se, portanto, de um evento onde estarão reunidos, em Braga, produtos de artistas e activistas nacionais e internacionais de diferentes domínios da Arte e relacionados com os mais variados movimentos e concepções feministas. Nele se debaterá o ponto de encontro de ambos os conceitos, Arte e Feminismo. A UMAR-Braga pretende, através desta iniciativa, espelhar um feminismo plural e amplo, sob distintos olhares. Além disso, este evento mostra o envolvimento da cidade, que é visível através das instituições que se associaram ao projecto.

 As datas são significativas, uma vez que constituirão o culminar dos 16 Dias pela Eliminação da Violência de Género, acção promovida pela UMAR em vários pontos a nível nacional e cuja temática será também abordada no FeministizARTE pelo GATA (Grupo de Activismo e Transformação pela Arte), no dia 29 de Novembro. O FeministizARTE será, em suma, uma festa para a comunidade em geral, divulgando trabalhos de diversas áreas, tais como, as artes plásticas, a música, artes performativas e o audiovisual, sensibilizando-a para o(s) feminismo(s) e celebrando a Arte Feminista.

Em termos de programa, o FeministizARTE – Festival de Arte Feminista englobará exposições permanentes de livre acesso, contando com as participações de Ana Pereira, André Alves, Carla Cruz, Cristiana Miranda, Maciel Cardeira, Maria Lusitano Santos, Nádia Duvall, Poderiu, Renato Roque, Rosa Vaz, Suspiria Franklyn; e, apresentações pontuais com bilheteira, no auditório principal da Escola de Música Calouste Gulbenkian, de AbztraQt Sir Q., Carla Cruz, GATA (Grupo de Activismo e Transformação pela Arte), Flávio Rodrigues, Micaela Maia e Teresa Vila Verde.
A par destas, está agendada, para dia 28 de Novembro, uma tertúlia sobre Arte e Feminismos, no Museu Nogueira da Silva, com as presenças de Ana Gabriela Macedo, Ana Paula Canotilho, Angélica Lima Cruz, Cristiana Pena, Maria José Magalhães. Um momento que permitirá o debate sobre a arte feminista e sobre a sua expressão no panorama português.

Para acompanhar esta iniciativa poderá visitar o blog: http://feministizarte.wordpress.com/
Contactos: feministizarte@gmail.com ou umarbraga@gmail.com
Para mais informações sobre o Núcleo de Braga da UMAR: https://umarbraga.wordpress.com





16 dias de activismo pela eliminação da violência de género

17 11 2009

De 19 de Novembro a 11 de Dezembro, decorrerá a campanha 16 dias de activismo pela eliminação da violência de género inserida numa campanha internacional 16 Dias (www.campanha16dias.org.br).

De Norte a Sul, na Madeira e nos Açores, a UMAR dinamiza formações, debates, apresentações de livros, exposições, performances, teatros, seminários e outras actividades.

Visite o site da UMAR para saber mais informações. Contamos com a vossa participação!





Seminário “Para além do arco-íris: activismos LGBT e feminista nos 40 anos de Stonewall”

27 10 2009

cartaz-stonewall-site

 

 

 

 

 

 

Convidamo-vos a participar no seminário, organizado pela UMAR e Não Te Prives, “Para Além do Arco-Íris: Activismos LGBT e Feminista nos 40 anos de Stonewall”.
A realizar-se a 20 de Novembro, em Coimbra, este seminário visa comemorar os 40 anos da revolta de Stonewall e promover uma reflexão crítica dos activismos LGBT e feminista, reflexão esta construída a partir de vozes vindas da academia e do activismo, contribuindo para repensar o futuro destas duas áreas de acção colectiva.

Apareçam! Divulguem!
 
Data:
20 de Novembro 
Local:
Sala Polivalente do IPJ, em Coimbra
Comissão Organizadora: 
Ana Cristina Santos, Carla Cerqueira, Carolina Fonseca, Daniel Medina, Magda Alves, Mário Dinis, Paulo Jorge Vieira e Salomé Coelho 

                                     
Programa
Mesa 1: Cidadania, Democracia e Direitos LGBT
 10.30h-12.30h

Ana Brandão
Ana Cristina Santos
Fernando Cascais
Miguel Vale de Almeida
Sérgio Vitorino
Moderação: Maria José Magalhães
Mesa 2: Stonewall no feminino: feminismos e movimentos LGBT
14h-16h

Cristiana Pena
Eduarda Ferreira
Luísa Reis
Manuela Tavares
Salomé Coelho
Moderação: João Manuel Oliveira

16h – Vídeo da campanha Feministiza-te
Mesa 3: Entre o “Eu” e o “Nós” – Experiências dos Activismos LGBT e Feminista
16.15h – 18.30h

Fabíola Cardoso*
Guida Ramalho
João Paulo
Madalena Canha
Paula Valença
Paulo Jorge Vieira
Raquel Freire
Rita Paulos
Sara Martinho
Moderação: Magda Alves

* Presença a confirmar 
 
Entrada gratuita. Inscrições até 17 de Novembro para semarcoiris@gmail.com





ACTION BLOG DAY

16 10 2009

logotipo

Na era da blogosfera e de tudo o que é ciber, rápido e acessível, a DIVERSIDADE: ACTION BLOG DAY, é uma iniciativa super up to date.
Nada mais se trata senão postar uma mensagem num blog que tenha como tema a diversidade. Uma acção que, segundo a organização, se integra no projecto: “Pela Diversidade, Contra a Discriminação” da Comissão Europeia.

E assim, aqui estamos… Porque, como sabem, as questões da Igualdade, Diversidade e Discriminação são terrenos em que nos movemos e pelos quais nos batemos por uma sociedade mais justa e mais equitativa. Aliás, esta deveria ser uma luta de todos e por todos…

Ora e se falar da defesa destes objectivos é muito importante, uma acção específica é ainda mais. Neste sentido, aproveitamos esta iniciativa para mais uma vez divulgar a nossa campanha pela igualdade Feministiza-te. Esta é uma campanha que todos podem subscrever e assim tomar posição pela diversidade e contra vários tipos de opressões que “poluem” a nossa sociedade.

O que propomos à subscrição são vinte e cinco pontos, são eles:

  1. Alargar a participação das mulheres na arena política, tornando-as vozes activas na mudança social;
  2. Apostar na educação para a saúde, conscientizando para os efeitos nocivos de comportamentos de risco ao nível da sexualidade, dieta alimentar e consumo de aditivos.
  3. Assegurar a vivência da sexualidade isenta de opressão, repressão ou coacção;
  4. Banir o assédio moral e sexual das relações interpessoais, especialmente as de carácter laboral;
  5. Circunscrever a violência física, psicológica e sexual contra homens e mulheres, promovendo a prevenção, educação e sensibilização dos indivíduos;
  6. Combater a homofobia, transfobia, racismo, xenofobia, e misoginia;
  7. Combater a selecção pré-natal do sexo dos bebés, ritualizada através do feticídio;
  8. Combater o casamento forçado de milhares de crianças e mulheres;
  9. Combater a feminização do HIV/SIDA;

10.  Digladiar contra a reprodução dos estereótipos de género na publicidade e nos média, incentivando a feministização das práticas jornalísticas;

11.  Educar para a erradicação do duplo padrão de sexualidade, que julga de modo diferente iguais comportamentos em função do sexo a que o individuo pertence;

12.  Erradicar o patriarcado das sociedades contemporâneas, cultivando, ao invés, uma maior equidade e justiça;

13.  Erradicar os crimes de honra (apedrejamento, ataques com ácido, espancamento, …) que vitimam milhares de mulheres;

14.  Erradicar práticas culturais nocivas e extremamente violentas como a Mutilação Genital Feminina;

15.  Exigir a reformulação dos sistemas judiciais corrosivos dos direitos individuais;

16.  Fomentar uma distribuição justa nas tarefas domésticas, tornando as funções de housekeeper e childcare em incumbências de ambos os sexos;

17.  Garantir o acesso ao sistema de ensino de rapazes e raparigas, promovendo a sua participação em espaços culturais e recreativos;

18.  Garantir o acesso das mulheres à propriedade e ao controlo dos bens de raiz;

19.  Libertar o corpo feminino das determinações políticas e sociais;

20.  Nivelar as remunerações de mulheres e homens que desempenham as mesmas funções, fazendo singrar a máxima ‘salário igual para trabalho de valor equivalente’;

21.  Pelejar contra a esterilização forçada e outras práticas reprodutivas ofensivas dos direitos das mulheres;

22.  Pôr fim ao tráfico de seres humanos que escraviza milhares de homens, mulheres e crianças em todo o mundo;

23.  Promover a participação equitativa de homens e mulheres no mercado de trabalho, garantindo iguais condições de acesso, formação, permanência e ascensão;

24.  Recusar a transformação do corpo da mulher num instrumento bélico;

25.  Reduzir a taxa de mortalidade materno-infantil, defendendo uma melhor distribuição dos métodos de contracepção, a despenalização do aborto, uma assistência médica qualificada e cuidados de obstetrícia;

26.  ….

É exactamente pela irradicação da desigualdade e pelo direito á diferença que mais de 2000 pessoas podem dizer…NÓS FEMINISTIZAMOS-NOS!

E TU? De que estás à espera?

Subscreve já em: http://www.my-cause.com/cause/feministizate

Contamos contigo!

 

Ah, e não se esqueçam de ver como correu a campanha em:

Facebook: http://facebook.com/diversidade
Twitter: http://www.facebook.com/l/34761;twitter.com/Diversidade
Hi5
http://www.facebook.com/l/34761;diasdadiversidade.hi5.com
Flick: http://www.facebook.com/l/34761;www.flickr.com/photos/43340298@N03/

logo_geral